quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Tudo "bons" rapazes!

Barack Obama concedeu a mais alta condecoração civil dos EUA ao ex-presidente George Bush que, em 1991, arrasou o Iraque com a Guerra do Golfo, provocando milhares de mortos e mutilados, e gigantescos prejuízos, pai do tristemente célebre antecessor do actual presidente que, ávido de petróleo e seguindo o exemplo paterno, invadiu, metralhou e destruiu novamente aquele país, em 2003, causando um verdadeiro genocídio de mais de um milhão de vítimas civis.

Vinda de alguém que, não podemos esquecê-lo, é Prémio Nobel da Paz, esta condecoração parece contraditória. Mas não é. Contraditória, ou antes, inaceitável, foi a atribuição daquele prémio ao presidente do estado com o maior arsenal militar do mundo que, com o esfarrapado pretexto da luta contra o terrorismo, continua a semear a guerra e a morte no Afeganistão e na Somália e, com a sua vergonhosa complacência com a prepotência israelita, a travar objectivamente o mais elementar direito do povo palestino à independência.


Ao fim e ao cabo, tudo "bons" rapazes!



Enviar um comentário

Publicação em destaque

Marionetas russas

por Serge Halimi A 9 de Fevereiro de 1950, no auge da Guerra Fria, um senador republicano ainda desconhecido exclama o seguinte: «Tenh...