quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Karl Marx

"Onde os economistas burgueses viam relações entre objectos (troca de mercadorias por outras), Marx descobriu relações entre pessoas. A troca de mercadorias exprime o laço estabelecido por meio do mercado entre os diferentes produtores. O dinheiro indica que este laço se torna mais estreito, unindo indissociavelmente num todo a vida económica dos diferentes produtores. O capital significa um maior desenvolvimento deste laço: a força de trabalho do homem transforma-se em mercadoria.
O operário assalariado vende a sua força de trabalho ao proprietário da terra, da fábrica ou dos instrumentos de trabalho. Uma parte da jornada é empregue pelo operário para cobrir o custo do seu sustento e da sua família (salário); durante a outra parte da jornada trabalha gratuitamente, criando para o capitalista a mais-valia, fonte dos lucros, fonte de riqueza da chave capitalista."



Em Sobre a Revolução Cultural, Lenine. Edição Iniciativas Editoriais, tradução de Rui Cruz

Enviar um comentário

Publicação em destaque

Marionetas russas

por Serge Halimi A 9 de Fevereiro de 1950, no auge da Guerra Fria, um senador republicano ainda desconhecido exclama o seguinte: «Tenh...